sexta-feira, 5 de abril de 2013

Solidão....

Como é que a solidão Hei-de ir Medindo?

Como é que a solidão hei-de medindo?
desse-me os golpes de uso inda esta dor                                                                                                      
um a um sua nudez a sobrepor
que o ritmo sem nome a foi vestindo...

mas sofro agora o tempo nu saindo
numa levada sem nenhum teor
gosto caudal do meu rio interior
nem chora o peito por mais gritos vindo...

Quando é que é novo ano na amargura
quando volto a chegar-me à desventura
que me faz falta em ocos dias vis.

ah quando é que arde escura em cores febris
à testa do ano como a vi na altura
do agosto em chamas funda cicatrriz?

                                                             Walter Benjamin, in "Sonetos"

1 comentário:

João Costa disse...

Quando estiveres assim diz-me que, partilhamos uns chocolates e uma garrafa de tinto :)